A Academia

A ideia da fundação da Academia Pernambucana de Ciências – APC – nasceu, basicamente, do programa “O GRANDE JURI”, que criei, produzi e apresentei, na TV Universitária Canal 11, da Universidade Federal de Pernambuco, no período de 1968 a 1984 e reunia semanalmente os expoentes da intelectualidade pernambucana, debatendo as questões mais polêmicas no campo da ciência, da tecnologia, da filosofia e religião.

O êxito do programa, que alcançou todas as classes sociais, me motivou a fundar uma instituição científica que, como seu sucedâneo, tivesse uma amplitude maior e congregasse permanentemente personalidades de destaque nas mais diversas áreas do conhecimento científico. Levei, então, a proposta aos mais assíduos participantes de “O Grande Júri” e a outras pessoas de prestígio científico e cultural, muitas das quais a ela aderiram.

Assim, no dia 7 de janeiro de 1978, às 16 horas, na sede do Instituto Pernambucano de Pesquisas Psicobiofísicas – IPPP -, na Rua da Concórdia, 372, salas 46/47, bairro de São José, foi fundada a Academia Pernambucana de Ciências, constituída de trinta e quatro (34) sócios: Valter da Rosa Borges, Nélson Chaves, Aluízio Bezerra Coutinho, Oswaldo Gonçalves Lima, João de Vasconcelos Sobrinho, Orlando Parahym, Berguedof Elliot, Amaro Quintas, Pe. Nércio Rodrigues, Áureo Bispo Santos, Ivo Cyro Caruso, Reynaldo Rosa Borges de Oliveira, Roberto Oliveira de Aguiar, Geraldo Mariz, Luiz Pinto Ferreira, José Xavier Pessoa de Moraes, Ozita de Moraes Pinto Ferreira, Oswaldo Santos de Melo, Aloízio de Melo Xavier, Aécio Campelo de Souza, Paulo de Albuquerque Jungman, Édison Duarte de Souza, Walter Wanderley Barros, Fidias Teles, Roberto Mauro Cortez Motta, Ayrton Fernandes da Costa, José Lourenço de Lima, Sebastião Vilanova, Othon Bastos Filho, João Beltrão Neto, Francisco Ivo Dantas Cavalcanti, Wandick Nóbrega de Araújo, Geraldo Pereira de Arruda e Atílio Dall’Olio.

Na ocasião, foi eleita, por aclamação, a primeira Diretoria da Academia que ficou assim constituída: Presidente – Valter da Rosa Borges; Vice-Presidente – Berguedof Elliot; 2o Vice-Presidente – Ozita Pinto Ferreira; Secretário Geral – Fídias Teles; 1o Secretário – Roberto Motta; 2o Secretário – Áureo Bispo; Tesoureiro – Ivo Cyro Caruso. Diretor do Departamento Científico – Atílio Dall’Olio. Conselho Científico: Aluízio Bezerra Coutinho, Oswaldo Gonçalves de Lima, Nelson Chaves, João Vasconcelos Sobrinho, Orlando Parahym, Luiz Pinto Ferreira e José Xavier Pessoa de Moraes.

Valter da Rosa Borges
Valter da Rosa Borges