Moises Wolferson

Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) desde o ano de 1971.Em 1973 terminou residência em cirurgia plástica no Serviço do Prof. Perseu Lemos (Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da UFPE). No ano de 1975, fez estágio no Hopital Foch, em Susrene-França, no Serviço do Professor Paul Tessier. Ainda no mesmo ano, em Paris, no Hopital Saint Louis, estagiou com o Professor Claude Dufourmentel.- Em 1976 foi Chefe do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Geral do Recife por cinco anos ( 1976 a 1980).

Em 1981, Membro do Staff do Serviço de Cirurgia Plástica, do Hospital Agamenon Magalhães, credenciado pelo MEC e Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, onde foi Preceptor da Residência Médica em Cirurgia Plástica por 15 anos. No ano de 1995, foi membro Fundador da Sociedade Brasileira de Laser. De 1996 a 2015, teve as seguintes participações; Presidente da I Jornada Norte Nordeste de Laser (RECIFE); 2° Vice presidente da SBLMC; Atual 1° Vice Presidente da Soc. Brasileira de Laser.

Foi Editor da Revista Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia de 2013/2014. Em 2015, renomeado pela segunda vez Editor. Publicou 15 trabalhos científicos da Revista Brasileira de Cirurgia Plástica. Publicou 4 livros de cirurgia plástica, além de, vários Trabalhos no Pastic Reconstrutive Surgery. Tem experiência na área de cirurgia plástica com ênfase a Cirurgia Nasal-Facial-Mamaria-Implantes de silicone; Lipoaspiração a Laser (Laserlipolise).

Pioneiro no Brasil com uso laser de diodo com 924 e 975 nm, técnica do Slimlipo. Desenvolveu tese de doutorado pela Escola Paulista de Medicina-UNIFESP- Serviço de Cirurgia Plástica da Dra Lydia Masako Ferreira (Orientador). Em Maio de 2015, publicou no Plastic Reconstructive Surgery primeiro trabalho correlato de sua tese e em Dezembro de 2015, na Photomedicine, o segundo trabalho correlato a sua tese: “Uso do laser de diodo 975nm na flacidez cérvico-facial”. Em 2016, lançou o livro: “USO DO LASER NO BRASIL” pela Editora Dilivros, juntamente com a Profa. Dra. Lydia Masako Ferreira.

Membro do comitê organizador do X Congresso Brasileiro de Laser (SP), em novembro 2016, sendo membro titular da comissão científica do congresso. Membro da Comissão de História da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, participou da inauguração em 15/05/2016, do Museu da Cirurgia Plástica Ivo Pitanguy, em São Paulo. Prêmio Wilson Andreoni (Laser); Medalha Mérito José Mariano; Medalha Mérito Guararapes e Medalha Mérito Boa Vista (trabalhos em Cirurgia Plásticas) Patente: Cânulas de lipoaspiração rosqueadas e desmontáveis, registrada junto ao Ministério de Indústria e Comercio (Marcas e patentes).

Patrono

Salomão Kelner

Graduado pela Faculdade de Medicina do Recife, em 1940. Foi cirurgião, por concurso, do Serviço de Pronto Socorro do Recife e do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Comerciários (IAPC). Em 1947, foi indicado 1o Assistente pelo Professor Eduardo Wanderley Filho, Titular da Cátedra de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental da Universidade do Recife, depois Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Curso de Pós-Graduação sobre Cirurgia Torácica, no Serviço do Professor Richard H. Overholt, no “New England Deaconess Hospital” e “The New England Center Hospital”, em Boston, e no “Cambridge Tuberculosis Hospital”, em Cambridge, Estados Unidos, de dezembro de 1951 a outubro de 1952. Concurso para Livre Docente de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco, em março de 1954. Concurso para Professor Catedrático da 4ª Clínica Cirúrgica-Abdominal da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco - maio de 1966.

"Fellow” do American College of Surgeons, U.S.A. – 1964. Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões – 1965. Membro Fundador da Academia de Medicina de Pernambuco – 1971. Foi criador e coordenador do Curso de Mestrado em Cirurgia de 1973 a 1986. Segundo o Prof. Silvano Raia, Titular de Clínica Cirúrgica do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo: "Com base em todas as contribuições pioneiras, confirmadas durante quatro décadas de seu trabalho, sua honestidade científica e sua perseverança, Salomão Kelner deve ser considerado por todos nós o Mestre da cirurgia da hipertensão portal no Brasil”.

No discurso de posse da Cátedra, em 1966, assumiu promessas como implantação do Núcleo de Cirurgia Experimental, quando foram plantadas as primeiras sementes para a realização de transplantes de fígado. Recebeu várias homenagens: Medalha outorgada pela Academia Pernambucana de Medicina como “Acadêmico do ano” (16.12.1985); Medalha “Mérito de São Lucas” outorgada conjuntamente pela Sociedade de Medicina de Pernambuco, Conselho Regional de Pernambuco e Sindicato dos Médicos de Pernambuco (18.10.1985) - Dia do Médico; Medalha “Mérito Maciel Monteiro”. Comemoração do Sesquicentenário da Sociedade de Medicina de Pernambuco (04.04.1991); Professor Emérito da Universidade Federal de Pernambuco, título conferido pelos Órgãos Superiores da Universidade Federal de Pernambuco, em sessão solene presidida pelo Magnífico Reitor (21.01.1988); "Prêmio Colégio Brasileiro de Cirurgiões”, outorgado ao cirurgião do ano de 1992; Diploma e Medalha de Ouro; Título de “Cidadão de Pernambuco”, concedido pela Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, em 12 de junho de 1997. O auditório do SIMEPE (Sindicato dos Médicos de Pernambuco) recebeu o nome de Salomão Kelner.